O que fazer para acelerar o processo de aposentadoria no INSS?

O que fazer para acelerar o processo de aposentadoria no INSS?

Saiba que algumas situações podem ajudar a acelerar o processo de aposentadoria, principalmente se esse período se encontra mais próximo de se concretizar.

INSS

Além disso, alguns pontos são importantes para entender se existe a possibilidade de ter um valor maior do benefício ou não.

Um dos exemplos mais comuns para se ter a chance de um valor de aposentadoria maior é quando se analisa a periculosidade do exercício do trabalho realizado. Nesse caso, é possível ter um acréscimo de 20% a 40% no valor total, a depender também do gênero do solicitante.

Vale ressaltar que a Lei da condição insalubre foi retirada após a aprovação da Reforma da Previdência, apenas não afetando quem trabalhou antes do período em que a lei entrou em vigor.

Como um atestado de que se trabalhou nestas condições, apenas será preciso apresentar a Carteira de Trabalho, assim como um Laudo de Condições Ambientais de Trabalho ou o Perfil Profissiográfico Previdenciário.

– Publicidade – 

Comprovar trabalho sem registro pode ajudar na aposentadoria

Caso consiga comprovar um trabalho sem registro, isso poderá te ajudar e muito durante o processo de aposentadoria do INSS. Para comprovar esse tempo de trabalho sem ter necessariamente um registro, uma das possibilidades é ter um cartão ponto, ou um comprovante de férias, prints obtidos em redes sociais, registro de empregados e/ou fotografias.

Também é possível acelerar o processo de aposentadoria do INSS ao comprovar trabalho rural que foi realizado antes de 1991. Esse caso também é válido para quem trabalhou em regime de economia familiar, produzindo para o sustento próprio e de sua família ou mesmo com o registro de um pequeno comércio.

Esse tipo de processo deve ser feito diretamente na justiça, pois se trata de algo que é muito difícil de ser provado. Será necessário a apresentação de alguns documentos, como:

  • Certidão do Incra;
  • Documento que comprove um Imóvel Rural;
  • Histórico escolar rural;
  • Testemunhas;
  • Notas fiscais daquele período;
  • Cópia do prontuário de identidade;
  • Certidão de nascimento de irmãos que nasceram em zona rural;
trabalhar rural

Serviço militar pode contar?

O tempo em que um contribuinte serviu no exército militar também é um quesito válido para utilizar na aposentadoria. Porém, é preciso ressaltar que esse período não vai poder ser usado na obtenção de outros benefícios que estão previstos dentro do Regime Próprio Público ou Militar.

Para estes casos, ele não vai poder ser utilizado outra vez. Lembrando que para que seja obtido um acréscimo em um benefício previdenciário, é preciso que esteja portando uma documentação completa para trazer mais dinamismo ao processo. Além disso, esses documentos ajudam a comprovar todos os requisitos solicitados.

O processo vai gerar uma nova avaliação, e em algumas situações será preciso aderí-lo através de um meio judicial. Para quem precisa de ajuda para essas questões, o mais recomendado é procurar um profissional que atue com causas trabalhistas e que possa tirar todas as dúvidas antes e durante o processo.

Em 2022, o valor do salário mínimo para um aposentado é de R$ 1.212,00. Além dos aposentados, os pensionistas também têm direito a receber pelo menos um salário mínimo correspondente pelo INSS.

– Publicidade – 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.